A estratégia da Starbucks para mitigar desgaste público

A estratégia da Starbucks para mitigar desgaste público

A rede Starbucks anunciou que deve interromper o funcionamento de todos os seus restaurantes nos Estados Unidos durante algumas horas para realizar um treinamento sobre educação racial. O pronunciamento acontece após a prisão de dois homens negros em uma de suas lojas.

Mais de 8.000 unidades da rede fecharão durante a tarde do dia 29 de maio para o curso. A ação, “guiada para prevenir qualquer discriminação em nossas lojas” será oferecida a aproximadamente 175 mil funcionários, afirma a companhia. O Starbucks também afirma que planeja abrir o material do curso para outras empresas.

Semana passada, dois homens negros foram presos após um funcionário de uma loja na Philadelphia chamar a polícia porque os clientes estavam dentro da loja, apesar de não terem comprado nada. A companhia não prestou queixas, mas o estrago à imagem pública da Starbucks está em curso. Outro consumidor que estava no local gravou a ação, que foi compartilhada nas redes sociais e ganhou notoriedade do público rapidamente.

Em seguida, usuários começaram um movimento de boicote à Starbucks com diversos protesto contra a rede.  Um estudo realizado pela Digimind afirma que foram mais de 100 mil menções da hashtag #BoycottStarbucks em redes sociais do dia 13 ao 16 deste mês.

Deixe uma resposta

Fechar Menu